Dr. Ricardo Martin

Clínica de Olhos e Microcirurgia

Blog

Ceratocone: conheça as causas e sintomas

13/09/2019

O Ceratocone é uma doença ocular que atinge a córnea, modificando sua espessura e curvatura. Isso leva ao surgimento de astigmatismo irregular, provocando a aparência distorcida das imagens.

O que acontece com o olho?

ceratocone

O tecido transparente em formato de cúpula que cobre o olho (córnea) afina e se projeta para fora em forma de cone. É uma patologia multifatorial, ou seja, pode estar relacionada a diversos fatores, tais como: o hábito de coçar os olhos, aspectos familiares, fatores genéticos, e até mesmo o fato de morar em elevadas altitudes – como nos Andes, por exemplo – podem ser estar relacionados a essa condição.  

 

Sintomas

ceratocone

 

Os sintomas costumam aparecem pela primeira vez durante a adolescência e início da idade adulta, com progressão gradual, podendo evoluir até por volta dos 35 anos de idade. Conforme a córnea se afina, a pessoa nota a visão embaçada e distorcida, com sensibilidade à luz e claridade, dificultando tarefas diárias como ler, dirigir, enxergar placas e avisos, dentre outras.

A progressão e gravidade da condição podem ser diferentes em cada olho, assim como os sintomas podem piorar com o tempo. Em estágios mais avançados, o agravamento é tanto que o uso de lentes de contato ou óculos não é mais satisfatório para melhorar a visão. Nesses casos, o implante do Anel de Ferrara é de grande importância, pois pode evitar um transplante de córnea.

 

Causas

ceratocone

 

O ceratocone é uma condição rara e atinge menos de 150 mil casos por ano no Brasil, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). Para sua confirmação, é necessário um diagnóstico médico e uma confirmação através de exames oftalmológicos, tais como tomografia e topografia oculares, dentre outros. 

Procure o seu oftalmologista ou agente uma consulta com o Dr. Ricardo Martin  caso tenha algum ou alguns dos sintomas acima. Para facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo, você pode anotar o que tem observado. Para isso, fizemos uma listinha que pode te ajudar:

  • Descreva todos os sintomas e há quanto tempo eles estão presentes
  • Leve seu histórico médico, incluindo quais medicamentos você faz uso, exames feitos recentemente e outras condições. 
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.
  • Leve suas dúvidas por escrito para não esquecer nada na hora da consulta.
  • Pergunte aos seus familiares se eles possuem alguma alteração ocular, já que fatores genéticos também são avaliados. 
  • Caso você tenha o diagnóstico de ceratocone e tenha irmãos, é importante que eles também façam uma avaliação, uma vez que os fatores familiares possuem grande importância no desenvolvimento dessa condição.

Clique aqui e agende agora mesmo uma consulta para avaliar a sua visão.

Leia também

Agende sua consulta

Preencha o formulário e nossa equipe entrará em contato.

Convênios

Para maior comodidade de nossos pacientes, a Clínica de Olhos e Microcirurgia Dr. Ricardo Martin mantém convênio com várias empresas, órgãos e associações.